Search
sexta, 15 de dezembro de 2017
  • :
  • :

Monte sua cesta de Natal na Sabores da Terra

Monte sua cesta de Natal na Sabores da Terra

Cafés, chocolates e outras delícias capixabas poderão ser compradas pelos visitantes da Feira

Quem não gosta de uma boa cesta de Natal? Na Sabores da Terra, os visitantes terão à disposição delícias do agroturismo capixaba para presentearem durantes as festas de fim de ano. A feira acontecerá entre 8 e 10 de dezembro, na Praça do Papa.

Minicachaças para presentear

Um dos itens que podem compor as cestas natalinas são os kits levados pela Cachaça Santa Terezinha, composto por minicachaças. A marca da região dos imigrantes também será responsável por levar caixas de bombons feitos com licor e cachaças enfusionadas com café. Os produtos estarão disponíveis a partir de R$20.

De acordo com o gestor da marca Adwalter Menegatti, as vendas para presentear possuem valor expressivo entre a quantidade total de produtos comercializados. “40% das nossas vendas são para presentear, nós percebemos um interesse grande dos nossos clientes em comprar nossos produtos para dar como presente”, explica.

Para quem gosta de café

A tradicional família Venturim, de Venda Nova do Imigrante, aposta nos cafés em cápsula para compor as cestas de Natal. Para Ronaldo Pansini, gestor da marca, o presente é uma ótima opção para os adeptos da cafeteira, produto cada vez mais comum nas casas dos brasileiros.

Delícias legitimamente capixabas

Destaque da agroindústria capixaba, o cacau de Linhares também está na lista de possíveis itens da cesta de Natal. A Terra Cacau é responsável pela produção do fruto premiado internacionalmente e levará à Sabores da Terra uma caixa com produtos sortidos da marca.  Queijos, biscoitos, embutidos entre outros produtos da agroindústria capixaba também serão opções para quem deseja montar uma ceia de Natal na Feira.

Um dos responsáveis da Sebrae pela captação de produtores rurais Rodrigo Belcavello Barbosa conta que possui alta expectativa para as vendas de Natal nesta edição da Feira. “Esse é um evento focado em venda direta e a gente imagina que no Natal isso vai gerar mais negócios. Já aconteceram casos em que produtores faturaram o equivalente a dois, três meses de produção”, conta.

 

 

 

 

 

 

 




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *