Search
sexta, 21 de junho de 2024
  • :
  • :

Seleção Brasileira perde mais uma pelas eliminatórias

Seleção Brasileira perde mais uma pelas eliminatórias

Um mês depois de perder para o Uruguai, time canarinho tomou a virada da Colômbia

 

Exatamente um mês após perder por 2 x 0 para o Uruguai – a primeira derrota de Fernando Diniz à frente da Seleção – o Brasil voltou a perder uma partida pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 2024.

O algoz da Seleção desta vez foi a Colômbia, que fez 2 x 1 de virada para cima do selecionado canarinho. Esta é a segunda derrota dos brasileiros na competição.

Com o resultado, a Seleção caiu da terceira para a quinta posição na classificação das eliminatórias, estacionando nos sete pontos. No próximo compromisso, a formação comandada por Diniz pega a atual campeã mundial Argentina, do craque Lionel Messi, na terça-feira, dia 21, no Maracanã. Jogando em Buenos Aires nesta quinta, a seleção argentina, líder nas classificatórias sul-americanas, perdeu por 2 a 0 para o Uruguai.

Autor dos dois gols colombianos, o grande destaque do jogo foi o atacante Luis Díaz, que defende o Liverpool, da Inglaterra. O atacante do clube inglês sofreu nos últimos dias com o sequestro do pai, Luis Manuel Diaz, que ficou 12 dias mantido em cativeiro pelo grupo guerrilheiro ELN (Exército de Libertação Nacional). Ele foi libertado no último dia 9 e, presente no estádio Metropolitano, em Barranquilla, comemorou efusivamente os gols anotados pelo filho contra o Brasil.

Foi a primeira vez que a Colômbia venceu a seleção brasileira em jogo classificatório para a Copa e também a primeira vez que o Brasil sofreu duas derrotas seguidas em partidas válidas pelas Eliminatórias.  O gol brasileiro saiu logo aos 3 minutos de jogo, dos pés do atacante Gabriel Martinelli.

De azul, o Brasil abriu o placar após boa jogada de Vinicius Junior, que conduziu a bola com velocidade pela meia esquerda em direção à área colombiana, tocou para Martinelli, que devolveu de calcanhar e recebeu de volta na entrada da área, para, caído, bater rasteiro e vencer o goleiro Vargas. Foi o primeiro gol do jogador do Arsenal, da Inglaterra, com a camisa da seleção.