Search
sexta, 22 de fevereiro de 2019
  • :
  • :

Ouça a Rádio Iconha FM

Ano letivo nas escolas públicas de Brumadinho começa nesta 2ª

Ano letivo nas escolas públicas de Brumadinho começa nesta 2ª

Alunos das escolas públicas municipal e estadual de Brumadinho, na Grande BH, voltam às aulas nesta segunda-feira (11). O início do ano letivo foi adiado por causa do rompimento da barragem da Vale.

A mineradora vai arcar com o transporte de alguns estudantes que moram no distrito de Casa Branca e que estudam em Brumadinho. O principal acesso do distrito à cidade foi tomado pela lama.

Cerca de 7 mil alunos voltam às escolas. O ano letivo da rede estadual começou na semana passada nas outras cidades de Minas, mas foi adiado em Brumadinho.

O município tem três escolas estaduais, que atendem cerca de 1,3 mil alunos. Na rede municipal, o início também é nesta segunda.

Na sexta-feira passada (8), os professores participaram de uma palestra com psicólogos para falar desse momento difícil pelo qual a cidade está passando.

As autoridades da cidade dizem que esse atraso no início do ano letivo não vai prejudicar o calendário escolar.

Rompimento

A barragem da mineradora Vale se rompeu no dia 25 de janeiro em Brumadinho. Um mar de lama levou destruição e mortes ao município. O rompimento ocorreu no início da tarde, na Mina Córrego do Feijão.Os rejeitos atingiram a área administrativa da companhia, inclusive um refeitório.

Até a manhã desta segunda, eram 165 pessoas mortas e 158 identificadas.

Vale teve autorização para obras

A Vale obteve autorização do governo de Minas Gerais para um projeto de expansão das minas do Córrego do Feijão, onde ocorreu o desastre, e de Jangada. Ambas fazem parte do Complexo Paraopeba.

No entanto, as obras previstas contrariavam algumas recomendações de segurança do relatório da consultora Tüv Süd, segundo engenheiros ouvidos pelo G1. Elaborado em julho de 2018 a pedido da própria Vale, o laudo da companhia alemã atestou a estabilidade da estrutura, mas detectou problemas no sistema de drenagem e fez ressalvas – a estabilidade do alteamento estava no limite de segurança das normas brasileiras.

Projeto de expansão das minas da Vale em Brumadinho — Foto: Alexandre Mauro/G1Projeto de expansão das minas da Vale em Brumadinho — Foto: Alexandre Mauro/G1

Projeto de expansão das minas da Vale em Brumadinho — Foto: Alexandre Mauro/G1

Posto de comando muda de local

Por duas semanas, o posto de comando das operações de busca em Brumadinho funcionou em uma faculdade particular, localizada na entrada do município.

De acordo com o governo de Minas Gerais, com início do ano letivo na instituição previsto para esta segunda-feira (11), as instalações que abrigam a coordenação das equipes da Defesa Civil, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar (PM), Polícia Civil e outros órgãos foram transferidas para um clube.

Números da tragédia

  • 165 mortos confirmados – 158 identificados (veja a lista)
  • 160 desaparecidos (veja a lista)
  • 393 localizados
  • 138 desabrigados

 

 

 

 

 

Fonte: G1

COMENTÁRIOS
COMPARTILHE...
Share on Facebook
Facebook
Email this to someone
email
Tweet about this on Twitter
Twitter



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *