Search
domingo, 26 de maio de 2019
  • :
  • :

Ouça a Rádio Iconha FM

Uma a cada três empresas são de negócios familiares no Brasil

Uma a cada três empresas são de negócios familiares no Brasil

Pesquisa do Sebrae aponta que, no Sudeste, 37% dos pequenos negócios são gerenciados em sociedade entre parentes

Para identificar a proporção de empresas familiares no universo dos pequenos negócios formais no Brasil, o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) realizou um mapeamento que aponta cerca de uma a cada três empresas no Brasil gerenciadas por parentes.

O objetivo da pesquisa foi avaliar a situação dos pequenos negócios no final de 2018, bem como as perspectivas para 2019. As entrevistas foram realizadas por telefone com 5.870 empresas entre os meses de agosto e setembro de 2018. Precisamente, 32,2% dos empresários declararam que possuem algum parente como sócio do empreendimento.

Quando os dados focam na região Sudeste, a margem aumenta ainda mais. Entre os pequenos negócios, 37% são gerenciadas em sociedade por parentes.  O gráfico também apresenta a caracterização de sócios em cada nível de escolaridade e faixa etária no Brasil. A maior representatividade de empresários com sócios parentes (42%) aparece entre os que possuem nível superior ou pós-graduação. Já entre os empresários com até o fundamental completo, apenas 15% possuem sócio parente. Em relação à idade, os empresários com 65 anos ou mais são os que mais apresentam sócios parentes (45%). Já entre os empresários com até 24 anos esse percentual cai para 26%.

            Para o analista de atendimento do Sebrae ES, Carlos Perrin, independente do grau de escolaridade e da idade dos sócios e parentes, há questões fundamentais para se considerar antes de abrir um negócio em família, como divisão de tarefas e separação de assuntos particulares e profissionais.

“É preciso que cada sócio assuma funções determinadas e que tenha autonomia em suas decisões. Além disso, é fundamental que questões familiares fiquem fora do ambiente profissional para que o negócio cresça independente” orientou.

Esse é o caso das irmãs Kamilla (26) e Karolline Zanelato (32), sócias no ateliê de noivas Milla Karolie, no Centro de Vitória. Kamilla é formada em designer de moda e cuida da parte de criação e atendimento das noivas e Karolline é formada em marketing, com pós-graduação em gestão empresarial, e cuida do administrativo da loja. Ela conta que acompanham o empreendimento desde crianças, já que o ateliê foi fundado pela mãe, Sônia. Por conta disso, desde cedo puderam unir suas habilidades com as necessidades do negócio.

“Nossa mãe abriu o ateliê há 35 anos e por estarmos à frente do negócio hoje e por sermos família, percebo um comprometimento maior o negócio. Nosso trabalho é integrado de acordo com as potencialidades de cada uma. Em família você se doa mais, tem mais equilíbrio e senso de responsabilidade, porque há vidas que você ama afetadas pelo sucesso de todas”, afirmou.

 

 

 

 

 

 

COMENTÁRIOS
COMPARTILHE...
Share on Facebook
Facebook
Email this to someone
email
Tweet about this on Twitter
Twitter



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.