Search
tera, 20 de agosto de 2019
  • :
  • :

Too Much Protein: quando o excesso de suplemento é um ataque à saúde

Too Much Protein: quando o excesso de suplemento é um ataque à saúde

Assim como o overtraining, cujos riscos já são alertados em academias, tomar Whey Protein ou outro suplemento em doses exageradas pode ser problemático

Nos últimos cinco anos os suplementos de proteína se popularizaram entre os consumidores brasileiros. Seus maiores entusiastas são frequentadores de academias ou de outros estabelecimentos que oferecem espaço para a prática de atividades físicas.

Normalmente quem mais realiza suplementação de proteína é quem busca hipertrofia. Ou seja: acima de tudo, o grande objetivo é a quebra das fibras musculares, de modo que elas se recuperem e cresçam em tamanho e em volume. E dentre as mais famosas suplementações de proteína está o whey protein.

O problema é quando as pessoas consomem esses produtos de forma exagerada. Especialistas em nutrição e em outras áreas da saúde alertam, inclusive, para a necessidade de se ter cuidado com esse exagero, visto que isso pode prejudicar diretamente a saúde do organismo.

Portanto se você é um consumidor frequente até mesmo do melhor whey protein, deve ter em mente alguns cuidados dos quais não pode jamais abrir mão.

Pergunte-se se precisa mesmo ingerir whey protein

Principalmente quem está começando agora a praticar musculação pode ser levado a crer que todas as pessoas precisam de suplementos de proteína. Nutrólogos dos mais renomados centros de pesquisa do Brasil, no entanto, discordam disso e ainda explicam que é justamente o oposto.

Uma alimentação balanceada e saudável fornece muito mais gramas de proteínas por dia do que um shake de whey protein. Carnes em geral, folhas verdes, leguminosas, laticínios e ovos são ótimas fontes naturais do nutriente.

Aliás, como praticantes de musculação costumam adotar esse tipo de alimentação, é comum que tenham uma “overdose de proteína” se optarem por suplementos.

Leia sempre o rótulo do produto

Mesmo os melhores whey protein do mercado podem ter em sua composição alguns elementos artificiais e prejudiciais a sua saúde. Os médicos alertam principalmente para a presença de adoçantes não naturais, como o aspartame e o xarope de milho.

Por isso ler o rótulo antes de efetuar a compra pode salvá-lo de alguns problemas a médio prazo. Tenha preferência por whey protein que seja adoçado com agave ou com stevia, ambos adoçantes naturais.

Conheça o que acontece ao whey protein em seu corpo

Quem opta por fazer a suplementação de proteína precisa saber os caminhos que esse nutriente faz em seu corpo. Certamente a maioria das pessoas dirá que ele é absorvido pelo organismo, fornecendo o “substrato” necessário para o crescimento das células musculares.

De fato, isso está certo, mas e se há exagero no consumo de proteína? Nesse caso, o corpo transforma a proteína que sobra em açúcar. Possíveis consequências disso podem ser o desenvolvimento de diabetes ou o ganho de peso.

Excesso de proteína pode causar fraturas ósseas

Por fim, ortopedistas apontam que a proteína em excesso é capaz de produzir ácido nos fluídos do corpo. Esses fluídos serão eventualmente eliminados pelo organismo, contudo uma parcela poderá ser absorvida pelos ossos.

Quando isso ocorre, é comum que a quantidade de cálcio reduza consideravelmente. A partir disso, há maiores chances de se desenvolver fraturas ósseas. Quem levanta alta carga de pesos em exercícios poderá, portanto, ter acidentes graves durante a musculação.

Da Redação:

COMENTÁRIOS
COMPARTILHE...
Share on Facebook
Facebook
Email this to someone
email
Tweet about this on Twitter
Twitter



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.