Search
domingo, 26 de maio de 2019
  • :
  • :

Ouça a Rádio Iconha FM

Iba não é mais tempestade tropical e enfraquece no oceano

Iba não é mais tempestade tropical e enfraquece no oceano

Iba deixou de ser uma tempestade tropical entre a madrugada e o começo da manhã desta quarta-feira, 27 de março, sendo rebaixada para uma depressão tropical e voltou a ser a uma simples área de baixa pressão atmosférica.

Segundo informações da empresa norueguesa StormGeo, às 7 horas (Brasília) de 27/3/19, o sistema Iba já estava enfraquecido e deixou de ser uma tempestade tropical.

O centro desta área de baixa pressão estava em alto-mar, a aproximadamente 769 km do continente, na altura da cidade de Macaé, no litoral norte do estado do Rio de Janeiro.

Ex-tempestade tropical Iba – 17h30 Brasília 27/3/19

 

Há três dias, a ainda tempestade tropical Iba, vinha sempre apresentado deslocamento para sul/sudoeste e depois sul/sudeste, isto é, saindo do litoral do Espírito santo e indo em direção ao litoral do estado do Rio de Janeiro, mas sempre afastado do continente.

 

Em nenhum momento a tempestade tropical Iba, em nenhuma de suas fases, chegou a tocar o continente brasileiro. As nuvens de chuva forte deste sistema ficaram sempre sobre o mar.

Este é o último informe da Climatempo sobre a tempestade tropical Iba. A partir desta quinta-feira, 28 de março, não faremos mais o acompanhamento deste sistema, pois já não é considerado um sistema de tempo severo.

 

Ressaca no litoral do RJ e do ES

A Marinha do Brasil tem aviso de ressaca para a região entre Arraial do Cabo (RJ) e Vitória (ES), entre 21h de 28/3/19 (290000HMG) até 21h de 29/3/19 (300000HMG). As ondas podem chegar a 2,5 metros.

 

Veja o aviso original da Marinha

 

AVISO NR 227/2019

AVISO DE RESSACA

EMITIDO ÀS 1400 HMG – QUA – 27/MAR/2019

RESSACA ENTRE ARRAIAL DO CABO (RJ) E VITÓRIA (ES) A PARTIR DE 290000 HMG. ONDAS DE S/SE 2.5 METROS.

VÁLIDO ATÉ 300000 HMG.

COMENTÁRIOS
COMPARTILHE...
Share on Facebook
Facebook
Email this to someone
email
Tweet about this on Twitter
Twitter



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.