Search
segunda, 21 de outubro de 2019
  • :
  • :

Ginástica rítmica ganha ouro nos Jogos Pan-Americanos de Lima

Ginástica rítmica ganha ouro nos Jogos Pan-Americanos de Lima

A equipe brasileira de ginástica rítmica conquistou nesta segunda-feira (5) sua primeira medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos de Lima, no Peru. As brasileiras marcaram 24,250 pontos na apresentação de equipes de três arcos e dois pares de maças e superaram as equipes do México (23,250 pontos) e de Cuba (22,200 pontos), que ficaram com as medalhas de prata e de bronze.

A conquista amenizou a frustração das atletas pelo resultado obtido no sábado (3). Na ocasião, o grupo ficou com o bronze na disputa por equipes, na qual o Brasil mantinha uma hegemonia de medalhas de ouro nas últimas cinco edições do Pan.

Nas apresentações individuais, a ginasta Bárbara Domingos conquistou a prata na fita. A atleta marcou 17,450 pontos na modalidade e superou a mexicana Karla Diaz, medalhista de bronze com 16,200 pontos. A medalha de ouro ficou com a norte-americana Evita Griskenas, que marcou 17,950 pontos.

Time Brasil

@timebrasil

É OUROOOOOOOO! 🇧🇷🥇

A segunda medalha do dia na ginástica rítmica. Agora foi a vez do conjunto brasileiro, na prova de 3 arcos e 2 maças.

Que apresentação linda, meninas! 💚💛

📷Ricardo Bufolin/CBG

Ver imagem no Twitter
Esgrima

O Brasil também alcançou hoje seu melhor resultado na esgrima em todas as edições dos Jogos  Pan-Americanos. A atleta Bia Bulcão conquistou medalha de bronze na modalidade florete feminino, após ter sido derrotada na semifinal. A vencedora da disputa, a norte-americana Lee Kiefer, é a atual campeã mundial da categoria e detém o título no Pan desde 2010.

Na categoria espada masculina, Nicolas Ferreira perdeu para o venezuelano Ruben Limardo Gascón e está fora da disputa por medalhas. Já o brasileiro Athos Schwantes venceu o argentino Jose Feliz Dominguez por 15 a 10 e avançou para as quartas de final.

Time Brasil

@timebrasil

É BROOOOOONZE! 🤺🇧🇷🥉

Bia Bulcão para nas semifinais e conquista a primeira medalha da esgrima brasileira em Lima 2019.

📷Washington Alves/COB

Ver imagem no Twitter

Tênis de mesa

No tênis de mesa feminino, as brasileiras Bruna Takashi e Jessica Yamada venceram as partidas realizadas hoje e avançaram às quartas de final. Bruna superou a equatoriana Nathaly Paredes por 4 sets a 1 (11/6, 11/6, 15/17, 11/5 e 11/4). Jessica venceu a cubana Daniela Fonseca por 4 sets a 2 (11/9, 11/6, 6/11, 9/11, 11/8 e 11/7).

Na disputa por duplas mistas, a equipe brasileira formada pelos atletas Gustavo Tsuboi e Bruna Takahashi venceram os porto-riquenhos Brian Afanador e Adriana Diaz por 4 a 1 (7/11, 13/11, 15/13, 11/9 e 11/7). Com o resultado, a dupla foi para a disputar da medalha de ouro, mas perdeu para os canadenses Mo Zhang e Eugene Wang por 4 a 1 e ficaram com a prata.

Outras modalidades

Na ginástica de trampolim, o brasileiro Rayan Dutra ficou sem medalha após marcar 55,215 pontos em sua apresentação. Ele terminou o Pan de Lima em quinto lugar. A medalha de ouro ficou com o canadense Jérémy Chartier (57,440 pontos). Os norte-americanos Jeffrey Gluckstein (57,290 pontos) e Ruben Padilla (57,160 pontos) ficaram com a prata e o bronze.

No polo aquático, a equipe feminina do Brasil disputou hoje sua segunda partida no Pan e para os Estados Unidos e perdeu por 20 a 4. Na primeira partida, realizada no domingo (4), as atletas haviam vencido a Venezuela pelo placar de 15 a 4.

Nos saltos ornamentais, os brasileiros Isaac Nascimento de Souza e Kawan Pereira disputaram a preliminar da plataforma de 10 metros e se classificaram para a final. Isaac terminou em sexto, enquanto Kawan ficou em 11º lugar. A final será realizada ainda hoje (5), às 22h37 (horário de Brasília).

Quadro de medalhas

O Brasil segue na vice-liderança do quadro de medalhas dos Jogos Pan-Americanos de Lima. A delegação conquistou 23 medalhas de ouro, 17 de prata e 35 de bronze, 75 no total. O Canadá aparece em seguida, com 21 medalhas de ouro, 38 de prata e 25 de bronze, 84 no total. A liderança do quadro está com os Estados Unidos, que já conquistaram 57 medalhas de ouro, 46 de prata e 37 de bronze, totalizando 140 medalhas.

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Agência Brasil

COMENTÁRIOS
COMPARTILHE...
Share on Facebook
Facebook
Email this to someone
email
Tweet about this on Twitter
Twitter



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.