Search
sbado, 25 de maio de 2024
  • :
  • :

Com Morumbi lotado, São Paulo conquista Copa do Brasil 2023

Com Morumbi lotado, São Paulo conquista Copa do Brasil 2023

Tricolor Paulista e Rubro-Negro fizeram a decisão na tarde deste domingo (24), em São Paulo.

 

Com um público de 63.077 torcedores presentes no Murumbi, o São Paulo conquistou a sua primeira Copa do Brasil, após o placar agregado de 2 x 1, contra o Flamengo.

O São Paulo é o campeão da Copa do Brasil 2023. Quebrando um jejum de títulos que já durava 15 anos, o Tricolor Paulista superou o Flamengo no Morumbi neste domingo, 24, e venceu, pela 1ª vez em sua história, a Copa do Brasil, se tornando o primeiro time a vencer todos os torneios que disputou.

Após perder por 1 a 0 para o Tricolor Paulista no último domingo, 17, o Flamengo foi a São Paulo querendo bola. Os cariocas pressionaram no Morumbi e fizem uma partida melhor no 1º tempo do que em todo o jogo de ida. A resposta veio com um gol de Bruno Henrique, aos 44 minutos. O São Paulo empatou, nos acréscimos, com Nestor.

O jogo

O Rubro-Negro começou a partida aplicando pressão aos donos da casa. Aos 30 segundos de jogo, Gerson escorou de cabeça para Pedro, que saiu cara a cara com o goleiro Rafael. O arqueiro fechou bem o ângulo e impediu o 1 a 0. O volante seguiu dando boas chances na área são-paulina, mas sem conversão para o Flamengo. Ainda aos 8 minutos da partida, o zagueiro Arboleda sentiu a coxa e foi substituído por Diego Costa, forçando o São Paulo a gastar uma substituição.

O Tricolor só foi respirar aos 20 minutos de jogo, com uma boa chance pelo lado esquerdo e cruzamento de Caio Paulista para Calleri, que levou susto à meta Rubro-Negra. O São Paulo melhorou depois da pausa técnica e teve ótimas oportunidades. Porém, já no final da primeira etapa, o Flamengo saiu na frente com um rebote aproveitado por Bruno Henrique, que abriu o placar para os cariocas. O São Paulo não deixou barato e Nestor deixou tudo igual, com um golaço de esquerda aos 50 minutos.

Segundo tempo

Sem alterações, os times voltaram se analisando na segunda etapa. Com a vantagem, o São Paulo ditou o ritmo do jogo, trocando passes na área de defesa. O Tricolor também apostou em bolas longas para cadenciar o jogo e manter o rítmo. O Rubro-Negro teve chance de ampliar com um cabeceio de Pedro, por cima da meta de Rafael, ainda aos 8 minutos.

Aos 29 minutos, Sampaoli fez quatro substituições e lançou Gabriel Barbosa, o Gabigol, a fim de tentar reverter o placar. O São Paulo, no entanto, soube girar a bola na defesa e manter o controle da partida, forçando o Flamengo a avançar em busca da virada.

O Tricolor ainda teve a oportunidade de ampliar o placar, com Luciano, após uma bela jogada individual de Lucas Moura. Porém, o camisa 10 chutou de primeira e mandou para fora. Ele ainda teve outra oportunidade já nos acréscimos, mas desperdiçou. Nas arquibancadas, a torcida já começou a fazer a festa quando o árbitro Braulio da Silva Machado anunciou os acréscimos. Emocionados, os são-paulinos presentes no Morumbi celebraram a primeira conquista do clube na Copa do Brasil.

Ficha técnica:
Copa do Brasil – Final, jogo de volta (jogo de ida, Flamengo 0 x 1 São Paulo)
São Paulo 1 x 1 Flamengo
Local: Morumbi, São Paulo (SP)
Data e horário: Domingo (24/09), às 16h (Brasília)
Árbitro: Braulio da Silva Machado
Assistentes: Raphael Pires e Bruno Boschilia
Público: 63.077 Torcedores
Renda:R$ 24.520.800
Cartões amarelos: Alisson, Pablo Maia, Rafinha, Gabriel Neves, (São Paulo); Léo Pereira, Fabrício Bruno (Flamengo)
Cartão vermelho: Gabriel Neves (São Paulo)
GOLS: Bruno Henrique (44′ do 1ºT/0x1), Nestor (50′ do 1ºT/1×1)

SÃO PAULO
Rafael; Rafinha, Arboleda (Diego Costa/8′ do 1ºT), Beraldo e Caio Paulista (Welington/19′ do 2ºT); Pablo Maia, Alisson (Gabriel/19′ do 2ºT), Wellington Rato (Luciano/34′ do 2ºT) e Rodrigo Nestor (Michel Araújo/34′ do 2ºT); Lucas e Calleri. Técnico: Dorival Jr.

FLAMENGO
Rossi; Wesley, Fabrício Bruno, Léo Pereira e Ayrton Lucas; Pulgar, Thiago Maia (Luíz Araújo/18′ do 2ºT), Gerson (Victor Hugo 34′ do 2ºT) e Arrascaeta (Everton Ribeiro 34′ do 2º T); Bruno Henrique e Pedro (Gabriel Barbosa/28′ do 2ºT). Técnico: Jorge Sampaoli. (Redação – Terra)