Search
quarta, 20 de maro de 2019
  • :
  • :

Ouça a Rádio Iconha FM

Astro do Rio Branco é recebido por multidão no aeroporto de Vitória.

Astro do Rio Branco é recebido por multidão no aeroporto de Vitória.

“Caiu no hospício, tem que respeitar: Loco Abreu, capa-preta!”. O grito da torcido do Rio Branco-ES ecoou na noite desta terça-feira no aeroporto de Vitória quando o atacante Loco Abreu desembarcou no Estado. O novo reforço do Rio Branco foi recebido por uma multidão de torcedores, que lotaram o saguão de desembarque e fizeram a festa com gritos de apoio ao jogador uruguaio.

Loco Abreu se emocionou com a recepção e agradeceu o carinho da torcida. “A realidade da recepção que recebi superou a minha expectativa. Isso me deixa muito mais empolgado em jogar”, afirmou o atacante.

Na manhã desta quarta-feira, ele foi apresentado oficialmente como reforço do clube capixaba, que estreia no dia 2 de fevereiro, contra o Rio Branco de Venda Nova, às 16h, no estádio Kleber Andrade.

O Rio Branco, será o 28º clube na carreira do jogador.

E durante a sua apresentação, o Loco Abreu garantiu que se sente em plenas condições físicas para mais este desafio. “Se estou bem fisicamente? Quem é atleta nunca deixa de treinar. Obviamente que preciso de ganhar ritmo e entrosamento. Mas sabem de uma coisa? Quando eu tinha 20 anos corria oito quilómetros por jogo. Hoje corro sete. Neste aspecto não há diferença.

O  uruguaio, que jogava no Magallanes, do Chile, revelou durante a sua apresentação as razões que o levaram a optar por jogar no Rio Branco. “Foi o desejo do Rio Branco e o meu, de ajudar o clube a subir no patamar nacional e a ganhar destaque no panorama internacional. Mas obviamente sou uma pessoa exigente. Quis saber onde ia treinar, vi vídeos das torcidas, quis informar-me sobre as infraestruturas. Como achei que tinham um bom projeto, pensei que seria um bom lugar para curtir o futebol.”

Ao todo, são já 28 clubes em 24 anos de carreira de 11 páises diferentes – com passagens por Nacional de Montevideu (quatro ocasiões diferentes). Sebastián Abreu atuou ainda no Defensor Sporting, San Lorenzo, Deportivo la Corunha, Grêmio de Porto Alegre, Estudiantes Tecos, Nacional Montevideu, Cruz Azul, América, Dorados, Monterrey, Tigres, San Luis, River Plate, Beitar Jerusalém, Real Sociedad, Aris Salónica, Botafogo, Figueirense, Rosário Central, Aucas, Sol de America, Santa Tecla, Bangu, Central Español, Puerto Montt, Audax Italiano, Magallanes e agora o Rio Branco.

A continuar assim, Abreu está perto de alcançar Túlio Maravilha (mais de 30 equipas e que também jogou no futebol capixaba-vila Velhense e Tupi). Esta marca não está registada no livro dos recordes, mas várias fontes apontam para o brasileiro como o futebolista que mais camisas vestiu ao longo da carreira. Além do Brasil, jogou em equipas da Suíça, Hungria, Bolívia e Arábia Saudita, entre 1988 e 2014.

COMENTÁRIOS
COMPARTILHE...
Share on Facebook
Facebook
Email this to someone
email
Tweet about this on Twitter
Twitter



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *