Search
sexta, 19 de outubro de 2018
  • :
  • :

ARTIGO: TECNOLOGIA ( E-MAIL – FACEBOOK – WHATSAPP)

ARTIGO: TECNOLOGIA  ( E-MAIL – FACEBOOK – WHATSAPP)
Durante muitos anos, ao querermos nos comunicar com alguém, uma das coisas que usávamos era o Telégrafo. Um sistema de sinais codificados que se transformava em palavras via mensagens em longas distâncias, de uma estação à outra,  inventado por Samuel Morse e patenteado pelo mesmo em 1837. Era um espetáculo que mais tarde seria substituído pelo telefone do inventor Alexander Graham Bell. Mas eu quero chegar a famosa cartinha que colocávamos no correio, selada ou registrada, e que esperávamos o retorno. Era algo emotivo e de grande alegria. Quantas cartas escrevemos e quantas recebemos. Quantas nos trouxeram alegrias e outras nem tanto. Mas esse tempo se foi. Poucos usam os correios para esse tipo de comunicação, pois surgiu um tal de e-mail, criado pelo engenheiro Raymond Tomlinson. Forma de troca de correspondências e informações com extrema rapidez. Com a velocidade da internet, o que você deseja saber ou informar é resolvido em questão de minutos. Mesmo com esse avanço tecnológico, muitos ainda sentem falta de fazer a colagem dos selos.
Bem, ainda temos o Facebook e o WhatsApp. Há 14 anos convivemos com o Facebook que foi criado por Mark Zuckerberg e amigos. Com a sua invenção houve uma reviravolta na comunicação. Você adiciona amigos ou usa o Messenger, e rapidamente em qualquer parte do mundo alguém curti, comenta ou compartilha a sua postagem. Isso é muito bom. Pena que as pessoas valorizam bem mais as fotos publicadas do que os textos. Por isso que já expressei uma ideia à respeito: deveria ser criado pelo Facebook algo que comprovasse que o usuário leu a escrita como forma de valorizar a leitura.
Bem, finalmente chegamos ao WhatsApp criado em 2009 por Jan Koum e  Brian Acton. Esse aperfeiçoou mais ainda a comunicação. A rapidez é maior e com a criação de grupos e redes de transmissão, muitas notícias viralizam na internet. É bom lembrar também que tanto pelo Facebook como pelo WhatsApp, você faz ligações por voz e por vídeo. Esses dois últimos são de grande valia no nosso dia a dia, mas às vezes, perdem o título de redes sociais e se tornam anti-sociais, e isso não é bom. Muitos já não se encontram mais. Outros não ligam mais. A maioria se comunica só escrevendo ou por áudio e vídeo. A interação está se perdendo. O convívio está se esvaindo. A atenção está cada vez mais voltada para a internet. Em qualquer lugar você nota que as pessoas dão mais atenção ao celular do que aquele (a) que está ao lado. Bem, aqui vou parar deixando uma frase para todos nós: “As redes sociais prestam um grande serviço ao ser humano, isso é inegável, mas nós é que devemos controlá-las, e não o contrário”!
COMENTÁRIOS



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *