Search
sexta, 23 de fevereiro de 2024
  • :
  • :

Açúcar e ultraprocessados são um veneno para sua saúde; veja porquê

Açúcar e ultraprocessados são um veneno para sua saúde; veja porquê

Especialistas mostram como alimentos podem causar inflamação no organismo humano

 

Adotar uma alimentação correta e equilibrada é um dos pilares de uma vida saudável.

Por outro lado, alguns alimentos são muito prejudiciais, pois favorecem inflamações no organismo, contribuindo para o desenvolvimento de enfermidades e agravando os sintomas de doenças crônicas.

O consumo excessivo desses alimentos contribui para o desequilíbrio do organismo e ainda pode provocar o desenvolvimento de doenças, como as cardiovasculares, diabetes, hipertensão e diversos tipos de câncer.

Quem já enfrenta doenças crônicas deve ter ainda mais cautela ao ingerir esses alimentos. Como eles desencadeiam o processo inflamatório, pioram os sintomas dessas enfermidades.

lucineia - Açúcar e ultraprocessados são um veneno para sua saúde; veja porquê

 

16/11/2023 às 17h33Atualizada em 16/11/2023 às 18h58
Por: Redação
Compartilhe:
aa03a61107a2602f4393e6f9f48d54a6 - Açúcar e ultraprocessados são um veneno para sua saúde; veja porquê
Foto: Alexandre Damazio (RDN) – Alimentos com muito açúcar ou ultraprocessados na mira dos médicos

Adotar uma alimentação correta e equilibrada é um dos pilares de uma vida saudável.

Por outro lado, alguns alimentos são muito prejudiciais, pois favorecem inflamações no organismo, contribuindo para o desenvolvimento de enfermidades e agravando os sintomas de doenças crônicas.

O consumo excessivo desses alimentos contribui para o desequilíbrio do organismo e ainda pode provocar o desenvolvimento de doenças, como as cardiovasculares, diabetes, hipertensão e diversos tipos de câncer.

Quem já enfrenta doenças crônicas deve ter ainda mais cautela ao ingerir esses alimentos. Como eles desencadeiam o processo inflamatório, pioram os sintomas dessas enfermidades.

9db81e04c31c21ded3b4c387da9f11f7 - Açúcar e ultraprocessados são um veneno para sua saúde; veja porquê

Uma dessas condições é o lipedema, doença crônica caracterizada pelo acúmulo de gordura nas pernas e braços, e atinge principalmente o sexo feminino. O problema ainda não tem cura, mas um dos pilares do tratamento é a alimentação anti-inflamatória.

“O consumo de alimentos inflamatórios, como ultraprocessados, frituras, comidas ricas em muito açúcar e sódio, por exemplo, piora os sintomas do lipedema, que são dores, exaustão e inchaços, alterações no sono e até dificuldades na mobilidade, em razão do excesso de gordura nas pernas”, informou a nutricionista Thamires Pralon Favato.

A médica endocrinologista do Instituto Lipelife, Lusanere Cruz, alerta sobre o consumo de alimentos ultraprocessados e embutidos. “Biscoitos, refrigerantes, chips, embutidos, enlatados, sorvetes, doces industriais e fast foods são os verdadeiros vilões, pela adição de gordura hidrogenada, sódio, açúcar, conservantes e corantes”.

Outro exemplo é a endometriose, doença inflamatória provocada por células do endométrio que, em vez de serem expelidas na menstruação, migram para o ovário ou para cavidade abdominal, onde voltam a multiplicar-se e a sangrar. A condição pode ser muito dolorosa, causando principalmente cólicas fortes e exaustão, e também é agravada com a má alimentação.

“No caso de doenças crônicas, uma dieta saudável contribui para o alívio dos sintomas e, consequentemente, promove maior qualidade de vida dos pacientes. Já o consumo de alimentos inflamatórios, além de piorar essas condições, aumenta o risco do desenvolvimento de outras enfermidades, como diabetes, doenças intestinais, cardiovasculares, entre outras”, alertou a nutricionista.

Apesar dos cuidados com a dieta, a endocrinologista Lusanere Cruz ressaltou que nenhum macronutriente ou micronutriente, como carboidratos, gorduras, proteínas, fibras e vitaminas, deve ser eliminado da dieta, já que ela será para toda a vida.

“O que se preconiza é o menor consumo de carboidrato, escolher gorduras naturais não saturadas e dar preferência para alimentos não processados e integrais. Se algum alimento específico faz mal para uma determinada pessoa, outro do mesmo grupo deve ser escolhido”, ponderou a médica.

É importante lembrar que toda dieta deve ser prescrita por um profissional especializado, pois os alimentos podem provocar efeitos diferentes em cada pessoa. “O que é causa de inflação em uma paciente, pode não ser em outra”, esclarece a endocrinologista Lusanere Cruz.

Confira 5 alimentos inflamatórios que pioram doenças crônicas

1 – Ultraprocessados: alimentos embutidos, como salsicha, presunto, bacon e mortadela, são ricos em gordura saturada, gordura trans e outros componentes nocivos à saúde, agravando a inflamação.

2 – Açúcar: é considerado um alimento altamente inflamatório que, além de piorar os sintomas de doenças crônicas, como o lipedema, favorece o excesso de peso e o surgimento de diversas doenças.

3 – Alimentos ricos em sal: o excesso de sal na dieta pode levar à retenção de líquidos, agravando alguns sintomas, como inchaço, bastante ligado ao lipedema.

4 – Carboidratos refinados: alimentos à base de farinha branca e glúten, como pães, biscoitos e bolos.

5 – Bebidas alcoólicas

Fontes: médica endocrinologista Lusanere Cruz e nutricionista Thamires Pralon Favato, do Instituto Lipelife.