Search
sexta, 23 de fevereiro de 2024
  • :
  • :

Vídeo – Olé e Vergonha Brasil x Argentina tem pancadaria entre torcidas e polícia no Maracanã

Vídeo – Olé e Vergonha Brasil x Argentina tem pancadaria entre torcidas e polícia no Maracanã

Torcedores de Brasil Argentina brigaram nas arquibancadas antes de a bola rolar no Maracanã na noite desta terça-feira (21), pelas Eliminatórias da Copa do Mundo 2026. A confusão teria começado durante os hinos, após vaias dos brasileiros no hino da Argentina. O jogo começou após quase 30 minutos de atraso. A Argentina venceu por 1 a 0, com gol de Otamendi.

Oito torcedores foram detidos e dois foram atendidos no posto médico do estádio, de acordo com informações da TV Globo.

Durante a confusão, a polícia e os seguranças, na divisa do setor com maior concentração dos argentinos, precisaram agir com truculência. Alguns torcedores ficaram feridos. Não havia separação alguma das torcidas. Depois, foi feito um cordão humano de isolamento com policiais no local.

brasil argentina - Vídeo - Olé e Vergonha Brasil x Argentina tem pancadaria entre torcidas e polícia no Maracanã

Ainda no gramado, os jogadores da Argentina foram em direção às arquibancadas pedindo calma para os torcedores. O goleiro Emiliano Martínez, por exemplo, ainda tentou evitar que os policiais continuassem as agressões. Os atletas, inclusive, a pedido do capitão Lionel Messi, saíram de campo por cerca de 15 minutos. Os jogadores do Brasil permaneceram dentro do campo durante toda a situação.

Cadeiras também foram arrancadas e arremessadas. Para fugir da violência, alguns torcedores se espremeram em um lado das arquibancadas, o que causou mais pânico. E, em meio à pancadaria, algumas crianças, com seus pais, foram retiradas chorando por dentro do campo. Mais de 60 mil torcedores estão no estádio para o clássico.

As delegações aguardaram 27 minutos para que os ânimos se acalmassem. A bola rolou exatamente às 21h57 assim que a arbitragem entendeu que a situação estava controlada.

Último jogo com confusão

O último clássico entre Brasil e Argentina, também pelas Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo, acabou com confusão no ano passado. O duelo ficou marcado por um episódio incomum que gerou confusão e paralisou a partida.

Aos cinco minutos do primeiro tempo, agentes da Anvisa e da Polícia Federal entraram em campo para parar o jogo em razão da presença de quatro atletas argentinos (três deles titulares) que não cumpriram as regras sanitárias em território brasileiro e, por isso, não poderiam jogar. A operação da Polícia Federal e da Anvisa seria realizada no vestiário, mas a delegação argentina se trancou e afirmou que iria embora caso alguém entrasse no local.

O jogo começou e, aos cinco minutos, a partida foi paralisada na Neo Química Arena, em São Paulo. Naquele momento, agentes da Anvisa e da Polícia Federal conversaram com o delegado da partida para paralisar o duelo.